6 regrinhas dinâmicas de como selecionar o profissional ideal

  • 9
  • novembro 23, 2015
profissionalIdeal

Os olhos podem brilhar porque o sentimento de ter conseguido contratar o profissional ideal para um determinado serviço aconteceu. Isso não é um sonho qualquer, mas uma realidade palpável embora nem sempre fácil.

Sonho ou não, o certo é que os contratantes de serviços freelancer têm esse desejo comum, e se isso vier somado a preço baixo, a receita ganha o tempero que faltava.

A competição acirrou o mercado freelancer. Os profissionais que trabalham por job sabem que precisam se destacar em suas habilidades e conhecimentos. Não basta só saber fazer uma coisa bem, mas é preciso lidar com outras demandas que envolvem relacionamento, determinação, foco e sobretudo resiliência. Saber que para estar no topo da camada de profissionais selecionáveis requer um pouco de tudo isso.

Ativando a percepção para entender a seleção de profissionais freelancers

 

Há certas regras para selecionar um profissional ideal e vale a pena conhecer as principais aqui:

  • Checar o portifólio do freelancer: Antes de começar a opor um freelancer contra um outro em questões de preço por exemplo, o melhor é procurar saber se o candidato freelancer tem condições de realmente cumprir o combinado e não só apenas “falar por falar”. Para isso, um modo mais eficaz é procurar pelo seu portifólio profissional.
  • Checar os meios disponíveis do freelancer em termos de boa comunicação: Saber se o freelancer tem perfil nas redes sociais e como ele é avaliado ou percebido nessas redes, além de ferramentas como um Website pessoal, Skype, email e outras maneiras de se conectar com ele, confere credibilidade e também autoridade ao profissional. É como se formasse em torno dele um ambiente favorável para uma consulta rápida de informações e, com isso, permitindo que haja maior frequência e estabilidade na comunicação entre contratante e contratado. Nesse mecanismo de consulta eficaz pode se dar o início de uma parceria.
  • Não se seduzir pelo preço mais barato: É inegável que pode ser tentador pegar a opção mais barata do mercado freelancer, no entanto pode não ser a mais inteligente. O dito popular não deixa dúvidas de que o “barato pode sair caro”, por isso este item na seleção de um freelancer é considerado muito importante e deve ser cuidadosamente pesado em qualquer contratação dessa natureza.. O mais recomendável aqui é se basear antes na qualidade e experiência do freelancer do que efetivamente se fixar no preço mais barato.
  • Procurar por referências: Sempre com a anuência ou permissão do freelancer, é muito importante valorizar esse fator ético se o objetivo for obter referências do profissional. Vale levar em consideração que em não havendo contato pessoal com o profissional, através do qual o contratante poderia receber um Currículum Vitae do freelancer e checar por possíveis referências, nesse mercado de contratação de profissionais freelancer é recomendável que o contratante busque por informações por meio de contato com clientes do freelancer. Tudo feito, recomenda-se, com a permissão do profissional.
  • Certificar-se que o freelancer já fez um job similar: Isto parece uma coisa óbvia, porque seria obtuso contratar alguém que não conhecesse fazer o que o contratante deseja que seja feito. Por isso a checagem aqui é por tentar ao máximo aproximar a experiência do freelancer em termos de atividade ou tarefa daquilo que se objetiva. O ideal, neste caso, é tanto quanto possível ver as especificidades do freelancer para um dado job.
  • As questões de pagamento devem ser razoáveis: O profissional ideal é quem se porta razoavelmente em termos de negociação em um determinado job. Alguém que pede muito antes de começar um trabalho parece mais outra coisa do que propriamente alguém que esteja disponível para realizar antes uma tarefa impecável. O profissional que aceita receber por etapas de um trabalho mais longo por exemplo pode dar mostras de flexibilidade nessas questões mais práticas.

 

Pensar mais dinamicamente

O mercado freelancer é extremamente dinâmico. Por essa razão, em termos de seleção de profissionais, é bom levar em consideração esse aspecto sutil.

Ser dinâmico significa ter uma natureza ou uma tendência natural. O que acontece é que o mercado freelancer tem por natureza um dinamismo de girar feito uma roda gigante. Assim, a contratação ideal de um profissional passa por entender como funciona o eixo desse sistema, compreendendo que as variáveis devem estar balizadas nas regras citadas acima. Dessa forma é que se poderá obter um ajuste à dinâmica desse mercado.

 

Palavra-chave: contratar o profissional ideal, contratantes de serviços freelancer, mercado freelancer, mercado de contratação de profissionais freelancer, seleção de profissionais

Fonte: honkiat.com

Deixar Resposta